Home
Historia Vitoria FC por jornal O Setubalense

Assim começou o Vitória Futebol Clube

Era o ano de 1910, entre Agosto e Setembro, quando D. Bernardo Mesquitela – de estirpe fidalga e de tradição elegante da corte – ilustre Comandante da canhoeira “Zaire”, ancorada no Porto de Setúbal, e que tinha o gosto de promover festas elegantes e desportivas, que muita animavam o Parque da Saboaria e as salas do Palacete de Quintela da Saboaria, onde habitava.

Entre as muitas figuras que frequentavam essas festas do Comandante Quintela, destacavam-se o Capitão do Porto de Setúbal, José Maria Martins Pereira; o Director da Alfândega, Narciso David e ainda o Primeiro-Tenente da “Zaire”, António Henriques.

Destes convívios foi criado o Setubalense Sporting Clube, onde António Carlos Botelho Moniz, José Pombo Ahrens, dr. Silveira (oficial médico da Marinha), Joaquim da Costa Novais, entre outros, fizeram parte da primeira comissão de honra executiva.

Entre os inúmeros festivais organizados pelo novel clube – que mereceram grandes elogios nos jornais de Lisboa – destacam-se os terrestres, como por exemplo: corridas de Atletismo, Estafetas, Ciclismo e ainda um jogo de Futebol – o primeiro realizado na cidade de Setúbal – onde uma das equipas trajava camisolas listadas de “verde-branco”.

Em 20 de Novembro de 1910 existiam três clubes em Setúbal: o Setubalense Sporting Clube, o Sport Clube Académico e o Bonfim Futebol Clube.

Entretanto dois jogadores do Bonfim Futebol Clube, Joaquim Venâncio e Henrique Santos, deixaram o clube e formaram o Sport Vitória, clube que aglutinou “dissidentes” dos outros clubes.

Em 5 de Maio de 1911 o jornalista Joaquim Correia propôs, na primeira Assembleia Geral, que o clube passasse a ter o nome de VITÓRIA FUTEBOL CLUBE.

A primeira Direcção do Clube foi composta por, Manuel dos Santos Barreira, João Diniz, Mário Ascensão Ledo e Joaquim Venâncio.

Em 15 de Maio desse ano o Vitória Futebol Clube disputaria o primeiro jogo da sua existência. O adversário foi o Futebol Grupo Nacional que venceram o estreante competidor por sete bolas a zero.

Em 21 de Junho de 1912 o Vitória estreia as suas camisolas verde-brancas. Na estreia venceu o Lisboa Futebol Clube por uma bola sem resposta.

No ano seguinte o Vitória Futebol Clube adquire casa própria para receber os seus adversários. Procedeu-se à inauguração do Campo dos Arcos, com um jogo com um gigante do futebol português – o Sport Lisboa e Benfica.

Mas não só de futebol se fez a bela história do Vitória Futebol Clube.

Uma curiosidade: numa altura em que à mulher lhe eram destinadas as tarefas usuais de “dona de casa” e ama dos seus filhos, foi quando a setubalense ao serviço do Vitória, Oceana Zarco, foi considerada a melhor ciclista de Portugal.

Também destaque para o Tiro em que os sadinos tinham à época um bom conjunto de atiradores, em que se destaca Virgílio Santana, Luciano Rouillé e Silvino Eusébio.

Outras modalidades merecem destaque nas actividades do Clube como: Basquetebol, Andebol, Ginástica, Pesca Desportiva, Motorismo, Ténis de Mesa, Xadrez e Artes Marciais.

Ao longo dos seus 100 anos de vida o Vitória Futebol Clube foi agraciado com várias distinções em que se destacam a de Membro Honorário da Ordem do Infante D. Henrique; Medalha de Bons Serviços Desportivos; Medalha de Honra da Cidade de Setúbal; Sócio Honorário da Associação de Futebol de Setúbal; Oficial da Ordem de Benemerência e, no último Dia da Cidade – 15 de Setembro de 2010 – recebeu a Medalha de Ouro da Cidade.

Muitos são os Troféus conquistados neste espaço de tempo, mas noutro espaço desta edição damos o devido destaque a este assunto.


Ultima actualizacao: 23-11-2010 16:00

Comente este artigo Leia mais...
Versão para impressão Enviar por E-mail
Noticias - Latest
Terça, 23 Novembro 2010 15:53
 
, Powered by Joomla!